sexta-feira, 3 de junho de 2011

O Catedrático !

(Foto retirada da internet)

O País está a 3 dias de ir às urnas para uma das mais importantes eleições dos últimos tempos, e as notícias e as sondadens que para aí são ventiladas mostram uma vantagem ligeira do PSD face ao PS.


As notícias começam assim a vaticinar Pedro Passos Coelho como futuro Primeiro Ministro, mas será que conhecem verdadeiramente o Lider do PSD? Será que será a pessoa mais indicada para ser 1º Ministro.


Ora, dê-mos lá uma espreitadela ao seu Curriculum Vitae:


Nome: Pedro Passos Coelho 
Data de nascimento: 24 de Julho de 1964
Formação Académica: Licenciatura em Economia – Universidade Lusíada (concluída em 2001, com 37 anos de idade)
Percurso profissional: Até 2004, apenas actividade partidária na JSD e PSD; a partir de 2004 (com 40 anos de idade) passou a desempenhar vários cargos em empresas do amigo e companheiro de Partido, o Engº Ângelo Correia, tais como:
(2007-2009) Administrador Executivo da Fomentinvest, SGPS, SA;
(2007-2009) Presidente da HLC Tejo,SA;
(2007-2009) Administrador Executivo da Fomentinvest;
(2007-2009) Administrador Não Executivo da Ecoambiente,SA;
(2005-2009) Presidente da Ribtejo, SA;
(2005-2007) Administrador Não Executivo da Tecnidata SGPS;
(2005-2007) Administrador Não Executivo da Adtech, SA;
(2004-2006) Director Financeiro da Fomentinvest,SGPS,SA;
(2004-2009) Administrador Delegado da Tejo Ambiente, SA;
(2004-2006) Administrador Financeiro da HLC Tejo,SA.

Podem estar a pensar que isto não passa de boatos, mas se quiserem podem confirmar aqui (ver última página) a veracidade da maioria destes facto numa fonte considerada credível, ou não fosse uma edição do PSD.

Mas o que à partida até parece normal, olhando mais pormenorizadamente é possível reparar em algumas curiosidades.

Terminou a licenciatura com 37 anos??? 37??

Considerando que um aluno razoável (pré-Bolonha) concluíria a licenciatura aos 23 anos, vá lá digamos aos 24 anos (oh dê-mos lá um descontozinho, 25 anos), podemos ver aqui a qualidade do aluno.

Alguns de voçês são capazes de estar a pensar que talvez tenha sido trabalhador-estudante, e que por ter tirado a licenciatura à noite possa ter demorado mais tempo. Até que seria lógico, louvável até, mas não, apenas começou a trabalhar aos 40 anos.

Por esta altura devem estar a pensar que terá tido uma carreira meteórica, pois bem acertaram em cheio, pois mais meteórica do que foi era impossível, pois logo a sua primeira função foi como ADMINISTRADOR, ou não tivesse a empresa nos seus Órgãos Sociais um companheiro do PSD.

Começo agora a perceber as críticas feitas por Passos Coelho ao Programa Novas Oportunidades, pois parece-me cá a mim que ele é um acérrimo defensor da Programa Antigas (e Boas) Oportunidades, pois estas conseguem melhores resultados, e mais rapidamente.

Até que consigo compreender que as pessoas tenham neste momento um sentimento de que o ciclo do actual Primeiro Ministro deve chegar ao fim, e que talvez até pensassem dar o benefício da dúvida se o lider do PS fosse outro que não José Socrates, mas acho acima de tudo que devemos pensar se Passos Coelho é uma alternativa viável, se é este o Primeiro Mionistro que queremos para o país neste momento, alguém que apenas começou a trabalhar aos 40 anos e com um pequeníssimo empurrão, pequeníssimo.

É tempo de pensarmos se queremos para Primeiro Ministro, alguém que hoje diz sim, amanhã diz talvez, e depois de amanhã diz não, e que para ter ideias para governar o país tem que criar um site e pedir que lhe dêem ideias.

PENSEM BEM, e VOTEM em CONSCIÊNCIA !!! 

5 comentários:

pinguim disse...

Eu já pensei bem e vou votar em consciência.
E de uma coisa podes tu estar certo: não vou votar PPCoelho...
Livra!!!

Utópico disse...

Concordo em absoluto.

RSM disse...

Caro Utópico,

eu quando voto faço-o sempre de forma consciente, e a consciência diz-me que é preferivel votar em alguém que terminou a sua licenciatura aos 37 anos em contraponto com alguém que não sabemos sequer se a terminou ou alguma vez tenha estado sequer em vias disso.

Caro amigo, para mim, já basta de vitimização, do discurso "depois de mim é o caos" (já estamos nele), da experiência governativa que nos conduziu aonde agora nos encontramos, basta das mentiras e artimanhas de José Sócrates, o Partido Socialista precisa de um período, mais ou menos, longo na oposição para que se refunde e regresse ao Partido com valores da esquerda moderada para que eu e milhões de eleitores possamos voltar a acreditar nele.

Caro, eu pensei bem e vou votar em consciência no PPD/PSD!!!

Abraço e bom fim de semana

Eva Gonçalves disse...

Posso até votar em branco, que é o mais certo... tudo menos PPC! :)

Utópico disse...

O grande problema é que do lado do PS o Sócrates não dá confiança, mas do lado do PS, o risco tamb+em é elevado, pois o PPC também me parece um bocado para o demagógico. Parece-me que o grande problema de Portugal é ter um défice de políticos sérios e que coloquem o país acima dos seus próprios interesses e dos interesses partidários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...