quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Corrida aos Livros.

(Foto retirada da internet)

Há já alguns anos que não tinha que me preocupar com a corrida aos livros escolares. Porém este ano, com a entrada para a primária do meu filho mais velho, essa preocupação voltou outra vez. Soube muito bem voltar a comprar toda aquela parafernália: os livros para a escola, a mochila, o estojo, os lápis, as canetas, os cadernos, a régua, a tesoura, e tudo o resto, incluíndo a secretária, a cadeira e o candeeiro.

No entanto no meio de todas estas compras houve algo que me surpreendeu e que me leva à razão deste post.

Num certo dia quando andávamos a comprar estas coisas, decidimos comprar papel autocolante para forrar os livros da escola. A primeira coisa que me veio à cabeça foi a dificuldade que era todo aquele processo, e como era raro conseguir que um livro ficasse bem forrado, sem bolhas de ar, ou sem vincos, depois de termos picado a bolha e retirado o ar.

Já estava a adivinhar a complicação que por aí vinha. Mas eis senão quando um dos empregados de uma das lojas (perdoem-me mas não vou fazer publicidade) nos indicou uma solução alternativa, mais fácil, e ainda por cima solidária, uma vez que 1€ reverteria para a AMI.


A solução era uma embalagem com 10 capas plásticas para forrar livros (6 euros), e que possuía umas tiras autocolantes que faziam aderir o plástico à lombada do livro e que o colavam no interior da contracapa, mais para dentro, ou mais para fora, consoante o tamanho do livro. Ainda possuia um picotado que permitia de uma forma muito fácil fazer o remate da capa de plástico junto à lombada do livro.Para terem uma ideia mais concreta do que estou a para aqui a dizer aqui fica uma foto das capas:
  
O resultado?

Foi muito fácil e rápido forrar os livros, sem todas aquelas bolhas e vincos do papel autocolante. Só tive pena que no meu tempo não houvesse nada disto. Mas o melhor é que acima de tudo estamos a contribuir para ajudar a AMI com a compra destas capas, coisa que não me importo de fazer, apesar do seu Presidente (Dr. Fernando Nobre) ter descido na minha consideração depois de toda aquela palhaçada das eleições e da candidatura a Presidente da Assembleia da República. No entanto, uma coisa é o homem, e outra a INSTITUIÇÃO e todo o bem que ela proporciona.

Recomendo assim a todos que têm que lidar com este problema o uso destas capas que podem ser encontradas em várias superfícies comerciais (eu já as vi em vários lado), ainda que as vezes possam passar despercebidas.

Se não as encontrarem, perguntem por elas, e ajudem, vão ver que não dói nada e que até se sentem bem em poder ajudar a AMI.

Se conhecerem alguém que tenha que forrar livros da escola, divulguem esta ideia e vamos todos apoiar a AMI.

3 comentários:

Luís Coelho disse...

Novos métodos de encadernação mais eficientes e completos.
No meu tempo não havia...nem mochila.
Era uma saca, de tecido grosseiro, que pendurávamos ao ombro...

Briseis disse...

Mas eu gosto de forrar os livros... =( e quase nunca faço bolhas e quando as faço consigo empurrá-las até à borda, para esvaziar... =)

Mz disse...

Olha que eu desconhecia... vou tentar encontrar e divulgar também.

Obrigada pela partilha.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...