sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

A Solidão da Loucura


Loucura pode ser sinónimo de muitas coisas diferentes.

Loucura pode por exemplo ser sinónimo de algo que alguém faz que dificilmente outra pessoa se atreveria a fazer. Algo de ousado. Algo de arrojado. Algo de deslumbrante ou espectacular, capaz de elevar os nossos níveis de adrenalina ao máximo e deixar-nos em êxtase.

Loucura pode ser sinónimo de genial, sinónimo de alguém que de tão genial que é está muito avançado para o tempo em que vive, e só mais tarde vem a ser reconhecido como um verdadeiro génio. 

Loucura pode ser uma extravagância, um exagero.

Mas sem dúvida nenhuma o sinónimo mais triste de Loucura é a Solidão.

A Solidão de alguém que de um momento para o outro, motivado pelo Stress do dia-a-dia desta sociedade egoísta, gananciosa e hipócrita, ou talvez motivado por um qualquer acontecimento traumático, ou apenas porque em termos fisiológicos passou a sofrer de uma enfermidade que o levou à demência. A Solidão de alguém cuja demência levou a que os seus amigos (se é que o eram) se afastassem. À Solidão resultante da perda do seu emprego e do afastamento dos seus colegas. À Solidão do desinteresse e do abandono dos seus familiares. À Solidão da ostracização por parte da sociedade em geral que prefere não o ver, fingir que ele não existe, abandoná-lo ao seu destino. Enfim, a Solidão do preconceito.

Acabemos com o preconceito. Acabemos com as decisões fáceis baseadas no ignorar, no manter a distância para não nos envolvermos e não nos sentirmos mal connosco próprios. Acabemos com a indiferença e com o olhar para o outro lado. Encaremos a Loucura apenas como uma doença, como tantas outras, e tratemos de igual para igual quem dela sofre, apoiando, ajudando, acompanhando, acarinhando, tornando o seu dia-a-dia um pouco melhor e menos solitário.

Acabemos com a Solidão da Loucura.  

Texto escrito alusivo ao tema do mês de Fevereiro/2011 ("Loucura") do blog Fábrica de Letras.  

4 comentários:

B disse...

Uma reflexão com uma mensagem muito bonita... Infelizmente é mais fácil dizer do que fazer, mas fica a reflexão! beijinho

soninha disse...

Realmente,a loucura é exigente e por isto mesmo ela é rejeitada.Ela exige tão pouco...apenas um pouco de Amor e o ser humano tem demonstrado cada vez mais estar se distanciando desta chama que sustenta a vida.Hoje é alguém..amanhã poderá ser eu,você,um ente querido...abçs e parabéns pelo texto.

Utópico disse...

Reconheço que é mais fácil dizer do que fazer. Mas todos nós podemos parar um pouco, reflectir, e tentar melhorar, nem que seja apenas um pouco, aquilo que achamos que está mal, e por vezes é preciso tão pouco...

JGCosta disse...

Perfeita visão meu amigo!

E concordo, a loucura que a solidão proporciona é amendrontadora ao extremo!

Grande abraço renovado!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...